NOTÍCIAS


Caso Bernardo: saiba como será o novo júri de Leandro Boldrini

O novo julgamento de Leandro Boldrini, pai de Bernardo Uglione Boldrini, acusado pela morte do menino de 11 anos, em Três Passos, no ano de 2014, começa nesta segunda-feira (20). O crime abalou a comunidade do município de quase 24 mil habitantes, no Noroeste do Rio Grande do Sul.

O caso culminou com o julgamento de quatro réus em 2019. Leandro Boldrini, pai de Bernardo, foi condenado a 33 anos e oito meses de cadeia. Contudo, a sentença foi anulada pela Justiça, após o 1º Grupo Criminal do Tribunal de Justiça considerar que “houve quebra da paridade de armas” na conduta do promotor durante o interrogatório do réu no júri.

 

Boldrini segue preso preventivamente desde 2014. Ezequiel Vetoretti, advogado de defesa de Leandro, reafirma que o réu não tem participação na morte de Bernardo e que não há no processo provas de que ele tenha assassinado o filho. “Existe uma distância abismal entre não ser um bom pai, falhar como pai e organizar a morte do filho, querer a morte do filho”, diz o advogado. “Tenho a esperança de que o júri, soberano em sua essência, despido das lentes do prejulgamento, irá reestabelecer a justiça e absolver Leandro”, completa.

As condenações dos demais réus não foram alteradas pela Justiça. Graciele Ugulini, madrasta de Bernardo, foi condenada a 34 anos e 7 meses de reclusão; Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele, a 22 anos e 10 meses; e Evandro Wirganovicz, irmão de Edelvania, a 9 anos e 6 meses. Edelvânia cumpre pena no regime semiaberto, enquanto Evandro obteve liberdade condicional.

 

Saiba como será o novo júri

 

O réu Leandro Boldrini, pai de Bernardo, será submetido a um novo julgamento no Foro da Comarca de Três Passos nesta segunda-feira (20), a partir das 9h30, presidido pela juíza Sucilene Engler Andino. A previsão de duração é de três dias.

Os advogados que atuarão na defesa de Leandro são Ezequiel Vetoretti e Rodrigo Grecellé Vares. O Ministério Público será representado pela promotora Lúcia Helena de Lima Callegari e pelo promotor Miguel Germano Podanosche.

fonte: g1

Foto: TJ RS/Divulgação




20/03/2023 – Grupo Guaramano

COMPARTILHE

SEGUE A @HTTPS://WWW.INSTAGRAM.COM/RADIOGUARAMANO98.1FM/

98.1 – (55) 3353-1721
91.1 – (55) 3353-2121

grupoguaramano@yahoo.com
Guarani das Missões – RS
Av. Castelo Branco, 1053 – Centro, 97950-000

NO AR:
CORRESPONDENTE IPIRA