NOTÍCIAS


ITÁLIA ENVIA AJUDA HUMANITÁRIA AO RIO GRANDE DO SUL

Uma aeronave do governo da Itália, com ajuda humanitária para milhares de gaúchos atingidos pelas inundações, pousou nesta quarta-feira no aeródromo da Base Aérea de Canoas (BACO). O Boeing 767 foi recepcionado pelo Embaixador da Itália no Brasil, Alessandro Cortese, o Cônsul-Geral da Itália em Porto Alegre, Valerio Caruso, juntamente com o comandante da Base Aérea de Canoas, tenente-coronel Thiago Romanelli Rodrigues e outras autoridades. A aeronave pousou carregada com 30 toneladas de equipamentos para instalações de estruturas de assistência humanitária, suprimentos e medicamentos, em solidariedade à calamidade que se abateu sobre o RS.
A iniciativa é organizada e financiada pela Direção-Geral para a Cooperação e o Desenvolvimento do Ministério das Relações Exteriores e da Cooperação Internacional da Itália em colaboração com o Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas. O Rio Grande do Sul abriga 120 mil cidadãos italianos e estima-se que haja no Estado cerca de 4,5 milhões de pessoas com descendência italiana, correspondendo a 40% da população total.
O embaixador da Itália disse que recebe o avião com suprimentos pra ajuda humanitária com muito orgulho, pois é fruto de um compromisso do governo italiano com os milhares descendentes que moram no RS. “O estado merece esta ajuda diante de um momento tão triste. Estou muito comovido com o cenário que vi por aqui. Estive na cidade de Bento Gonçalves para ver de perto o que realmente aconteceu. Em uma segunda etapa vamos debater uma forma de cooperação para auxiliar na reconstrução do Estado.” Cortese disse que ficou impressionado com o trabalho desenvolvido pelos bombeiros e voluntários. “É um trabalho de muita coragem.”
Cônsul-Geral da Itália em Porto Alegre, Valerio Caruso, informou que este é o primeiro avião com suprimentos que chega em solo gaúcho vindo da Itália. “É um momento de muita angústia, tristeza e de muita solidariedade. Nossa intenção é minimizar o sofrimento da população, uma vez que o governo italiano envia equipamentos especializados em atendimentos médicos. Sabemos que cerca de meio milhão de pessoas seguem desabrigadas. Este é um dia muito importante e histórico para todos nós”, concluiu Caruso.
O avião partiu da Base de Pronto Intervento Umanitario das Nações Unidas de Brindisi, no sul da Itália e chegou em Canoas com equipamentos especializados para emergências humanitárias, como medicamentos e suprimentos médicos para o tratamento de cerca de 100 mil pessoas pelo período de três meses, tendas para o atendimento de 4,5 mil pessoas, cinco geradores, dois potabilizadores capazes de produzir 64 mil litros de água potável por dia e quatro tanques de 10 mil litros para armazenamento de água potável.
O comandante da BACO, tenente-coronel Romanelli comenta que nos últimos 30 dias a Base Aérea tem sido o principal hub logístico no recebimento de toneladas de mantimentos e donativos destinados a minimizar o sofrimento das famílias gaúchas atingidas pela inundação. “Foram mais de 3 mil toneladas de todo o tipo de ajuda, que chegou através de ações operadas pela Força Aérea Brasileira (FAB). Ajuda humanitária que recebemos por meio de empresas comerciais e por outros países como, a exemplo do governo argentino e agora, da Itália.”
Além disso, segundo ele, a ajuda também chegou pelo modal terrestre. Roupas, colchões, remédios, cestas básicas, materiais de limpeza, de higiene, purificadores de água e muitos calçados. Romanelli explica que o centro de comando montado dentro da Base Militar de Canoas conta com as equipes da Defesa Civil, que definem o destino de cada doação. “É uma rotina intensa e ininterrupta.”
 
Fernanda Bassôa
Tânia Meinerz / Consulado da Itália / CP



31/05/2024 – Grupo Guaramano

COMPARTILHE

SEGUE A @HTTPS://WWW.INSTAGRAM.COM/RADIOGUARAMANO98.1FM/

98.1 – (55) 3353-1721
91.1 – (55) 3353-2121

grupoguaramano@yahoo.com
Guarani das Missões – RS
Av. Castelo Branco, 1053 – Centro, 97950-000

NO AR:
CORRESPONDENTE IPIRA