NOTÍCIAS


Produtores de Eugênio de Castro pedem que prefeitura decrete situação de emergência devido a crise leiteira

Dezenas de produtores rurais de Eugênio de Castro, especialmente aqueles que se dedicam a produção leiteira estiveram realizando nesta manhã de sexta-feira uma manifestação contra as desigualdades que os agricultores estão sendo vítimas devido a importação de produtos vindos de países do Mercosul.
O ato teve como pauta principal o leite, onde os produtores estão sofrendo devido a entrada de produtos dos países vizinhos com preços muito abaixo da produção nacional, o que torna as atividades praticamente inviáveis para a agricultura familiar brasileira.
Uma pauta foi elaborada, assinada pelos presentes e entregue ao Vice-prefeito Roberto Bruinsma para que seja enviada aos deputados que tem suas bases no município.
Confira a pauta do documento elaborado:
PAUTA DE REIVINDICAÇÃO DOS PRODUTORES DE LEITE DO MUNICÍPIO DE EUGÊNIO DE CASTRO- RS.
1° solicitamos aos poderes executivo e legislativo deste município que encaminhem os pedidos seguintes aos deputados de suas bases políticas e exerçam pressão para que
tomem as devidas providências;
2° solicitamos a imediata elevação da taxa sobre a importação de qualquer produto
lácteo, para 25%, saindo dos atuais patamares de 10% a 16%;
3º solicitamos o envio de pedido de investigação sobre possível formação de Cartel entre as empresas Lactalis do Brasil, Piracanjuba para o CADE-conselho administrativo de defesa econômica; haja vista relatos de produtores que procuraram trocar de empresa compradora do leite, não conseguindo tal intento por estarem acordadas entre si, as empresas, de não coletarem o leite de produtores que forneciam para estas empresas;
4º Solicitamos que o preço do leite pago ao produtor rural esteja acima do índice ILC-insumos para a produção de leite cru;
5º Solicitamos a criação de uma linha de credito para os produtores de leite, via BNDS, com prazo de pagamento em quinze anos, com juros de seis porcento ao ano, visando a recuperação do setor que está totalmente endividado;
DECRETO DE SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA.
Sr. Prefeito Jaime Dionir Zweigle:
Os produtores de leite do município de Eugênio de Castro, vem primeiramente cumprimentar Vossa Excelência, que está a frente da administração municipal, pelo seu belo trabalho como chefe do paço, e vem demonstrando grande sensibilidade com a crise pela qual passa a classe produtora de leite.
Em virtude dos preços praticados pelas empresas compradoras de leite, o setor caiu em dividas para poder manter a atividade em funcionamento há mais de nove meses o preço do leite está em queda, onerado a atividade. Como a produção de leite é uma das bases da economia do município, a falha neste setor afeta diretamente o comércio local. Gera instabilidade social, pois como um ciclo, atinge todas as famílias que diretamente e indiretamente sobrevivem desta atividade. Segundo informações dos produtores o preço do leite caiu 51% para o produtor, se transformando em uma catástrofe econômica para a economia local.
Este montante deixando de circular no município causa déficit arrecadatório reduzindo o poder de ação da prefeitura por limitação orçamentária.assim em função da iminente possibilidade de comoção social, pedimos encarecidamente ao Sr. Prefeito municipal que decrete estado de emergência para que os produtores possam justificar a sua situação econômica em virtude da prejuízos causados pela defasagem catastrófica no preço do leite, e assim então conseguir respaldo legal para renegociar suas dividas e buscar solução perante os seus credores.
Certos de que a demanda será atendida, desde já agradecemos sua atenção.
No link abaixo abaixo, a transmissão ao vivo da manifestação.
 
Fonte: Facebook Prefeitura de Eugênio de Castro



18/09/2023 – Grupo Guaramano

COMPARTILHE

SEGUE A @HTTPS://WWW.INSTAGRAM.COM/RADIOGUARAMANO98.1FM/

98.1 – (55) 3353-1721
91.1 – (55) 3353-2121

grupoguaramano@yahoo.com
Guarani das Missões – RS
Av. Castelo Branco, 1053 – Centro, 97950-000

NO AR:
ESTAÇÃO SUCESSO