NOTÍCIAS


Terremoto deixa mais de 130 mortos no Nepal

Mais de 130 pessoas morreram no oeste do Nepal devido a um terremoto de magnitude 5,6 que ocorreu na sexta-feira à noite, disseram as autoridades locais neste sábado (4). O tremor sacudiu dois distritos remotos no oeste do país e, de acordo com o serviço de geologia dos Estados Unidos, teve uma profundidade de apenas 18 quilômetros.

Vídeos e fotos postados nas redes sociais mostraram moradores locais escavando no meio da noite entre os destroços de edifícios destruídos em busca de sobreviventes.

As casas de barro desabaram ou ficaram gravemente danificadas, e os sobreviventes se abrigaram do lado de fora, onde se podia ouvir as sirenes de veículos de emergência.

A vibração foi sentida na capital da Índia, Nova Délhi, que fica a quase 500 quilômetros do epicentro.

O chefe de polícia do distrito de Rukum West, Namraj Bhattarai, disse à AFP que pelo menos 36 pessoas morreram e 85 ficaram feridas em sua jurisdição.

“Estamos trabalhando nas operações de resgate”, acrescentou.

O responsável pelo distrito vizinho de Jajarkot, Suresh Sunar, disse à AFP que naquela área “26 pessoas morreram e muitas estão feridas”.

“Ainda é noite e é difícil obter todas as informações”, acrescentou. “O número de vítimas pode aumentar”, alertou.

Mobilização das forças de segurança

Nepal está localizado em uma importante falha geológica, onde a placa tectônica indiana empurra para cima a placa euroasiática, formando o Himalaia, e onde os terremotos são comuns.

O governo mobilizou as forças de segurança para ajudar nos esforços de resgate.

“Temos informações de que houve danos humanos e materiais em dois distritos devido ao terremoto, e as forças de segurança foram mobilizadas para o trabalho de resgate”, disse Nararyan Prasad Bhattarai, porta-voz do Ministério do Interior, observando que os números ainda não estavam confirmados.

O primeiro-ministro nepalês, Pushpa Kamal, expressou “profundo pesar pelo dano humano e material causado pelo terremoto”.

Quase 9.000 pessoas morreram no Nepal em 2015, quando um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o país e destruiu mais de meio milhão de residências.

A vibração destruiu ou danificou quase 8.000 escolas, deixando quase um milhão de crianças sem aulas.

Também destruiu centenas de monumentos e palácios reais, incluindo locais no vale de Katmandu que faziam parte do Patrimônio Mundial da Unesco, representando um golpe significativo para o turismo.

As perdas econômicas do desastre foram estimadas em US$ 7 bilhões (R$ 34 bilhões).

Em novembro de 2022, seis pessoas morreram devido a outro terremoto de magnitude 5,6 no distrito de Doti, perto de Jajarkot.

Usuários indianos nas redes sociais na época relataram ter sentido a vibração nas cidades do norte de Lucknow e Patna.

CORREIO DO POVO

Foto: Prakash Mathema / AFP




04/11/2023 – Grupo Guaramano

COMPARTILHE

SEGUE A @HTTPS://WWW.INSTAGRAM.COM/RADIOGUARAMANO98.1FM/

98.1 – (55) 3353-1721
91.1 – (55) 3353-2121

grupoguaramano@yahoo.com
Guarani das Missões – RS
Av. Castelo Branco, 1053 – Centro, 97950-000

NO AR:
SERTANEJÃO DA 98